MAISON & OBJET 2020

20 de janeiro de 2020

Entre os dias 17 e 21 de janeiro aconteceu, em Paris, a edição 2020 da Maison & Objet. Confira os destaques a seguir!

 

O pensamento sustentável e a preocupação em mudar hábitos de consumo tem tomado conta das reflexões das novas gerações. Por esse motivo a Maison & Objet 2020, uma das principais feiras de design de interiores, comportamento e estilo de vida do mundo, trouxe como tema a o jogo de palavras (RE)GENERATION.

Neste ano, além de contar com nomes de destaque como Ferruccio Laviani, e as marcas DAREELS e Bel Honoré, a feira trouxe Michael Anastassiades como o Designer do Ano.

Confira abaixo os principais destaques.

 

MICHAEL ANASTASSIADES

(Foto: reprodução Maison & Objet)

 

Conhecido por seu incrível trabalho com luminárias, Michael Anastassiades apresentou, durante a feira, a coleção Mobile Chandelier que traz como inspiração a ideia da ausência de luz. Segundo o designer “abraçar a escuridão” é fundamental para o seu processo criativo, porque as luminárias ficam desligadas a maior parte do tempo, porém isso não deve ser motivo para que o objeto perca sua relevância.

 

FERRUCCIO LAVIANI

(Foto: reprodução Maison & Objet)

 

Apresentando a coleção de papéis de parede Exclusive Wallpeper Collection 20 da marca italiana LondonArt, as criações 8bit e Sumo, do arquiteto e designer Ferruccio Laviani, são inspiradas na cultura pop japonesa e também ganham destaque na Maison & Objet 2020.

 

DAREELS

Também alinhada com a sustentabilidade e novos hábitos de consumo, a marca espanhola, de design de móveis e peças de decoração, DAREELS chega para a edição de 2020 da Maison &Objet com peças exclusivas de décor utilizando materiais 100% reciclados.

(Foto: reprodução Maison & Objet)

 

BEL HONORÉ

(Foto: reprodução Maison & Objet)

 

Propondo uma solução criativa e inovadora solucionar um problema de alto impacto ambiental, a marca francesa Bel Honoré desenvolveu uma embalagem de presente reutilizável feita em diversos tamanhos variáveis. A produto foi desenvolvido após a marca realizar um estudo e concluir que todos os finais de ano mais de 20 mil toneladas de embrulho são descartados em toda França.

Gostou da matéria? Compartilhe!

Tags:

arq-blog